Curiosidade...



A minha amiga Maria Aparecida (Cida)
minha cabelereira à tempos,
fez um corte de cabelo lindo, que eu amei.
E o que mais me diverte é ver os "redemoinhos"
(ou grupos capilares revoltos,
ou cabelos que se recusam a seguir os demais),
Na imagem você vê que os fios que deveriam
cubrir minha nuca, crescem para a lateral,
a franja cresce para cima e forma uma onda
(foto futuramente, talvez), e por aí vai.
Já tive momentos em que isso me irritava profundamente,
e eu tentava inutilmente mudar,
gastei muito com produtos e tratamentos,
até que entendi que  meu cabelo é perfeito
não é liso, não é crespo
é muito fino e ralo
tem fios brancos, tem tintura
tem vontade própria.
Acordo com ele todo arrepiado, 
e preciso lavá-lo diariamente pois é muito oleoso,
(estou em processo tentar reverter isso, ele nem sempre foi oleoso)
O que eu estou fazendo? 
uma vez por semana uso uma mistura de:
 1 colher sopa bicarbonato sódio
500 ml água para substituir
 o shampoo anti resíduo
(ótimo para eliminar caspa)
Aplico na sequência 
1 colher sopa vinagre de maçã diluido em
1 litro de água 
(para equilibrar o PH, selar cuticula e diminuri o frizz) 
Enxague normal.
 Uso no dia a dia produtos livres de parabenos. 
(e tenho tentado ficar, quando possível sem lavar - tecnica nopoo)
sem neuroses.
Meu cabelo as vezes está em comprimento médio,
logo abaixo do ombro,até que eu decido
cortar novamente curtinho...
Adoro!
Como adoro sempre as mudanças que me imponho.
E com isso, posso afirmar...
EU SOU PERFEITA
perfeitamente imperfeita.

E você também aprendeu a aceitar a vontade capilar,
ou ainda teima em dominar, desde o folículo até as pontas,
fio a fio?
Me conta o que você tem feito para aceitar o que é impossível mudar...rsrs

Muita Luz e Paz!
Abraços

Minha rotina nesses dias...


Pensa na pessoa (eu) contando para os colegas de faculdade
 a correria do dia a dia....
 (como se a vida deles também não estivesse corrida...rsrs)



Gente, tenho que estudar para
 a prova de terça, fazer a resenha para entregar antes da prova, 
ler o livro para apresentar na aula seguinte e fazer a resenha, 
ler e pesquisar o material que a orientadora recomendou,
(para a segunda-feira)
 preparar a apresentação do dia 05, e a do dia 15
 (pausa para respirar e virar os olhos reforçando a dramatização) 
e ainda sai hoje, deixando a casa bagunçada
 e a louça do almoço na pia, e fui para o estágio...
Alguém perguntou, 
E na hora que você voltou, conseguiu fazer algo?
Ao que respondi, 
...só deu tempo de comer e vim direto para cá!
Outro falou "pelo menos deu tempo de comer", 
e eu respondi,
- Gente gordinho sempre arranja tempo pra comer, 
pode não tomar banho, dormir, ou 
qualquer outra atividade, 
mas comer sempre dá-se um "djeito"....


Agora fala sério, só pessoas magras conseguem 
ficar sem comer e não desmaiar por aí.
eu tenho dor de cabeça,
não sinto fome, sinto dor, 
aí, como e melhora...rsr

E você, reconhece os sinais do se corpo?
Está com a vida sob controle?
Eu sei e vou te contar que,
 embora pareça que não tenho
o controle da minha vida, 
e que seja uma bagunça enorme...
(isso é sério)
Mas a verdade é que, 
bangunçada ela é, 
mas é uma bagunça controlada rsrs

Muita Luz e Paz!


Eu sendo eu

Você sabe que não evolui em algumas coisas,
 que não adianta fazer aniversário
 (no dia primeiro de agosto completei 46 anos), 
que vai continuar 
cometendo os mesmos equívocos 
que cometia desde sempre,
como quando
 aos 16 anos fui morar em Curitiba, 
e entre esses equívocos 
eu pegava,
 e ainda pego o ônibus errado.....rsrs

Foi assim, estava eu em Curitiba
 resolvendo algumas coisas
 durante o dia todo e
 tinha aula em Paranaguá à noite,
 no badalar das 16:30 horas, 
peguei o Busão do Cabral sentido centro,
 chegando no Shopping Estação
entrei correndo na estação tubo
 para pegar o outro ônibus até a rodoviária
 e minutos depois estava rumo ao ponto de partida inicial,
 ou seja rumo ao Cabral....

Sendo assim cheguei na rodoviária quase 19 horas, só consegui pegar o busão de 19:45 chegando em casa quase 22 horas..... 
Perdi aula e cheguei mais cansada do que devia, 
mas com uma certeza....

Eu ainda sou eu mesma, o tempo não consegue me corrigir...
eu ainda pego ônibus errado e
nem consigo ficar brava ou nervosa por isso....

Eu sei e vou te contar que ser eu não é fácil, 

tem um preço alto, 
não me estressar comigo mesmo. 

E estar comigo, 
tentar me entender ou corrigir é
um trabalho árduo, 
por vezes sem resultado positivo, 
mas envolve grandes recompensas, 
como rir das minhas trapalhadas por décadas a fio, 
e eu rio junto.

Muita Luz e Paz!
Abraços


Blog protegido

myfreecopyright.com registered & protected

Visualizações

Categorias